Conheça as bandas que irão se apresentar no 1º Circuito Pássaro Preto de Bandas…

1º Dia – 29/01/11

Combate

Combate deu inicio as suas atividades em abril/2010, inicialmente era um projeto formado por Herisson e André que convidaram Erisson e Arthur para dar inicio a uma banda que tocasse um som bem direto misto de Hardcore e Metal. As letras abordam temas vividos no cotidiano de cada um dos intergrantes e tambem causas sociais,politicas e econômicas de um pais de terceiro mundo.Ifluenciadas por bandas como Madball ,25 Ta Life,Terror.Point Of No Return,Sepultura,Suicidal Tendencies. O line up da banda é formado por Erisson (vocal), Herisson (guitarra), Andre (Baixo) e Arthur (bateria). A banda encerra 2010 com varios shows por Uberlandia e regiao na bagagem, e prepara já para o primeiro semestre de 2011 o lançamento do seu primeiro ep!

http://www.myspace.com/combate.hc

Skyhell

Estorino

Fundada em 2010, a banda mistura influências do rock alternativo (indie) com gêneros mais conhecidos como grunge, metal, punk e hardcore.
Com algumas letras protestantes como o bom e velho rock nacional a Estorino usa da música para gerar reflexões entre seus ouvintes.
Os integrantes: Neto Akira (vocal), Carlos (Guitarra-solo), Lucas (guitarra-base) Cleyton (contra-baixo e vocal) e Bomber (bateria), tentam ao máximo fugir das modinhas fazer literalmente a diferença com um som alternativo porém aceitável por todos os públicos.

Angus

Banda formada por Marcelo Mendes (vocal e guitarra), Markin (baixo), William Cristian (bateria) Rafhael Alvarenga (guitarra).Formada em novembro de 2000, de lá pra cá varias paradas interromperam a evolução da banda. Com cada integrante levando uma vida paralela, impediram que a banda seguisse seus objetivos.
Hoje, já maduros e com uma experiência, resolveram voltar pra exatamente concluir o que lhes faltava, um CD profissional.As novas músicas receberam uma roupagem e um tratamento especial. A banda Angus tem como influência o puro rock’n roll.

Callibre

 

A Banda Callibre é remanescente da extinta banda Samady a qual permeou o cenário musical em Uberlândia por cerca de 5 anos no inicio da década passada,  Voltou-se a reunir e com o propósito  de novamente com as influencias distintas de cada integrante fazer uma música de pegada, peso , sonoridade  consistente e bem planejada.  A banda Callibre é integrada agora por Arlison ( Vocal ), Odilon  ( Guitarras ),  Maicon ( Baixo ) e Evandro ( Bateria ), sempre respeitando a opinião dos músicos envolvidos para o melhor contexto final vem  em meio  a uma pegada  Hard Rock . Com um repertório mais voltado ao cenário Rock nacional Anos 80 / 90, e com músicas próprias em breve almeja o lançamento de um primeiro CD promo para enveredar  musicalmente os alicerces no cenário.

Rotten Hell

Assombrados pelo falecido Rock’n’Roll, Rotten Hell surgiu com a proposta de fazer um som
infernal e rottenista. Influenciados pelo pior já produzido no Rock mundial, o Rotten Hell
mescla letras insanas com melodias surgidas dos piores pesadelos que um homem pode ter.
Com um publico cativo formado por gangs de motoqueiros, tiozinhos bêbados e groupies sexys (as famosas Rottenets), o Rotten Hell leva seu Rock para qualquer lugar que tenha cerveja, mulheres e ratos.

http://www.myspace.com/rottenhellband

2º Dia – 30/01/2011

Mula di Freti

Banda uberlandense, formada em 2002, com influência Ramonesca com uma pegada mais hardcore, permanecendo na ativa até 2006, tocando alguns covers e músicas próprias. No ano de 2010 a banda retorna mais agressiva, com músicas novas e com a mesma ironia de sempre.

Etnocídio

Etinocidio, banda HC formada no final de 2003 em Uberlândia MG tendo participação de diversos shows no cenário protestante. Buscamos aprimorar de uma forma ou de outra ,uma certa e justa maneira de LUTAR contra nossos opressores . Depois , surgiu nosso chegado o Gringo baterista da MUFFEL, que aceitou o convite pra tocar batera.
Com isso pra não ficar parado ,Evérto passou pra guitarra e tocamos sem baixo 6 meses até aparecer o Tibronkim , baixista do TRIPANOSSOMOS .Estamos com essa formçao já a um bom tempo..Conseguimos realizar. Nosso objetivo, graças a nossa força e união com pessoas que ainda acretitam que igualdade e liberdade ainda podem ser conquistadas. O tempo passou oque era uma brincadeira foi criando forma , foi ficando mais sério , no fiinal de 2004 conseguimos gravar nossa Demo ” Nossa cultura não acabou “Conseguimos distribuir 300 copias de nosso manifesto totalmente de graça, pois não temos interesse algum na moeda e sim na nossa capacidade de se expressar. Em 2008 paramos. Agora estamos de volta Extremamente Irritantes.

http://www.myspace.com/etinocidio

FMI

Banda de crossover, formada em 1999, com forte influência de hardcore, thrash metal e música punk da década de 80. Possui letras com temática atual que espelham o cotidiano das ruas, exploração do trabalho, alertas sobre destruição do meio ambiente e demais consequências da exploração capitalista.

http://www.myspace.com/fmi

Afasia

A banda Afasia foi a primeira banda feminina de hardcore de Uberlândia/MG, criada em 2003 com influências de bandas como Dominatrix, Bulimia,L7, Hole, The Distillers, Bikini Kill e várias outras bandas com vocais femininos. A banda prega em suas letras o feminismo, contra o sexismo e o preconceito, e contra o patriarcado que a sociedade impõe. Com a idéia de ter sempre garotas em suas formações, pra fortalecer a cena hc/punk entre as mulheres a formação segue praticamente a mesma desde sua fundação. Depois de uma pausa de 2006 a 2010, Afasia volta a ativa.

Conceito Humano

Na atividade desde 2006, O Conceito Humano foi criado para transmitir musicalmente a realidade , em forma de ação verbo e atitude… Objetivo: musical … Estilo: alternativo … Integrantes … Gabriel – guitarra, Juliano Samanba – baixo, Laércio – batera, Aurélio Magrão – voz.

Animais na Pista

A banda surgiu aproximadamente em 2000/2001 na cidade de Uberlândia-MG. Chamada inicialmente de Alcool In Nóis, a banda passou por diversas formações, no mínimo 28 pessoas diferentes, apenas Geraldo o precursor da bagunça permanece desde o início. Por respeito ao baterista Leonardo que tinha uma ideologia diferente e não bebia, a banda tomou a decisão de trocar de nome, passando a se chamar Animais na Pista. Tendo como principais influências bandas como: Dead Kennedys, Ratos de Porão, Replicantes, entre outros, o objetivo foi enfocar em músicas próprias alcançando os limites da diversão com igualdade e respeito, conciliando letras irônicas de acontecimentos presenciado dia a dia tudo isso ligado a um instrumental punk rock hardcore. Em novembro de 2005, com Geraldo no vocal, Heduardo na guitarra, Jessé no baixo e Roberto na bateria, a banda grava o primeiro CD demo contendo 18 faixas, dentre elas músicas como: “Socialmente Bêbado”, “Prostitutas”, “História Sem Moral”, músicas que se destacaram, e de certa forma caracterizou a banda, criando uma certa identidade ao grupo. Em 2009 a banda grava seu o segundo material.

|,,|

Anúncios

Sobre Grupo Tamboril

O Grupo Tamboril de Arte Independente é composto por artistas, comunicadores e divulgadores culturais. Por isso, o Grupo guarda como objetivo desenvolver o intercâmbio entre as ações culturais conscientes do papel da atividade artística nos dias de hoje para que assim seja ampliada a cadeia produtiva da cultura a partir das subseqüentes trocas de tecnologia social evidenciadas nesse processo. Desde as primeiras ações em 2007, na Universidade Federal de Uberlândia, o grupo ressalta a necessidade da criação de público para os artistas universitários, assim como para a perspectiva das ações de sustentabilidade econômica e social dentro do contexto em que vivemos. Assim, o Tamboril divulga os artistas não só da Universidade, mas tem como intuito divulgar e instigar a discussão sobre a proliferação de cultura independente e das iniciativas de autogestão dentro do país de maneira geral. Vislumbra-se aqui, o fato de que iniciativas culturais independentes contribuem em muito para estimular o reconhecimento das práticas econômicas criativas que se desenvolvem não só dentro da cultura, mas em meio a nossa contemporânea plataforma de organização social. Dessa forma, como mecanismos práticos, o Tamboril executa divulgações audiovisuais e virtuais, oficinas de capacitação, grupos de discussão, articulando a isso, exibições plásticas, teatrais e musicais e eventos culturais de maneira multidisciplinar. São esses os instrumentos usados pelo grupo a fim de incitar e divulgar o atrelamento que existe entre Cultura, Sustentabilidade e Desenvolvimento. Suas ações se dão dentro da Universidade Federal de Uberlândia e também fora do campus, em parceria com demais agentes e produtores envolvidos com a cena da cultura nacional e com questões atuais de sustentabilidade.
Esse post foi publicado em Arte Independente e marcado , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s