2º dia de Festival MUSGO de Artes Integradas

As atividades da programação do MUSGO começaram com toda força ontem e renderam pra caramba.

Logo, pela manhã, montamos o tradicional varal de poesias.

Varal de Poesias

Há quem diga anti-estético e é isso que queremos. Será que conseguimos promover a reflexão sobre a estética X conteúdo? Começamos com essa ação…

Guerrilha Sonora

Depois do varal, pela tarde, foi a vez da Oficina de Produção Musical, ministrada pelo Léo Chermont. A galera presente pareceu bastante interessada e estimulada em colocar em prática todas essas possibilidades de gravação de som. Hoje ainda tem mais Guerrilha Sonora, a partir das 14hs, no mesmo lugar. E hoje é aula prática.

Oficina Guerrilha Sonora

 

 

Mas não acabou por aí. Depois da oficina ainda rolou a mesa-redonda sobreliteratura e experimentação. Contamos com convidados ilustres: Luana Fidêncio, escritora do blog Kamikaze Kiwi e fomentadora ácida da produção literária da UFU. Além da Luana, a Profª Drª Maria Ivonete do Instituto de Letras contribuiu com uma excelente análise sobre o que arte significa para as pessoas hoje, e trouxe um questionamento feroz: a arte salva? Continuemos pensando sobre isso. Pra completar a mesa, Danislau Também, que além de músico da banda Porcas Borboletas e também escritor, autor do livro Herói Hesitante.

Mesa-redonda: Literatura e Experimentação

E a galera presente engrenou total em uma discussão construtiva que rendeu além do prazo que havíamos previsto. Isso é ótimo! Sinal que estamos querendo entender realmente o que se passa.

Depois da mesa, foi a vez do cine-debate onde foi exibido um documentário sobre Waly Salomão que também empolgou geral a galera. É importante ressaltar que essa foi uma atividade proposta pela Profª Joana do curso de Letras da UFU, juntamente com a Profª Elizabeth, do curso de História da UFU. Essa exibição é só a primeira que queremos desenvolver de agora em diante na Universidade. E que bons parceiros como estes sempre estejam conosco!

Ao final de tudo isso, armamos um som improvisado embaixo de uma árvore e rolou demais! Uma galerinha colou, mostrando que o festival só tá começando. E começando muito bem!

E bora parar de falar e fazer que o dia ainda é longo! Vamos contanto, por enquanto por fotos, em breve por vídeos.

fotos: Gabriel Ponte
Anúncios

Sobre Grupo Tamboril

O Grupo Tamboril de Arte Independente é composto por artistas, comunicadores e divulgadores culturais. Por isso, o Grupo guarda como objetivo desenvolver o intercâmbio entre as ações culturais conscientes do papel da atividade artística nos dias de hoje para que assim seja ampliada a cadeia produtiva da cultura a partir das subseqüentes trocas de tecnologia social evidenciadas nesse processo. Desde as primeiras ações em 2007, na Universidade Federal de Uberlândia, o grupo ressalta a necessidade da criação de público para os artistas universitários, assim como para a perspectiva das ações de sustentabilidade econômica e social dentro do contexto em que vivemos. Assim, o Tamboril divulga os artistas não só da Universidade, mas tem como intuito divulgar e instigar a discussão sobre a proliferação de cultura independente e das iniciativas de autogestão dentro do país de maneira geral. Vislumbra-se aqui, o fato de que iniciativas culturais independentes contribuem em muito para estimular o reconhecimento das práticas econômicas criativas que se desenvolvem não só dentro da cultura, mas em meio a nossa contemporânea plataforma de organização social. Dessa forma, como mecanismos práticos, o Tamboril executa divulgações audiovisuais e virtuais, oficinas de capacitação, grupos de discussão, articulando a isso, exibições plásticas, teatrais e musicais e eventos culturais de maneira multidisciplinar. São esses os instrumentos usados pelo grupo a fim de incitar e divulgar o atrelamento que existe entre Cultura, Sustentabilidade e Desenvolvimento. Suas ações se dão dentro da Universidade Federal de Uberlândia e também fora do campus, em parceria com demais agentes e produtores envolvidos com a cena da cultura nacional e com questões atuais de sustentabilidade.
Esse post foi publicado em Arte Independente e marcado , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s